quinta-feira, 16 de julho de 2015

O Duplex dos sonhos

Como comentei antes, minha determinação chega ser teimosia, claro que não fiquei satisfeita e faria o possível para conseguir meu tão sonhado duplex.
Antes que dessem entrada com os documentos na caixa, procurei o arquiteto que havia feito as plantas para a construtora, conversei com ele e perguntei se havia alguma forma de fazer um projeto específico para meu lote, com medidas que seriam aprovadas no financiamento.
Ele disse que sim, falou que eu teria apenas o custo de um novo projeto, me pediu a planta do terreno (com medidas, topografia e etc.) e fez uma prévia de como ficaria minha casa.
Fiquei impressionada, era exatamente o que tinha sonhado, porém em tamanho reduzido rsrsrs.
Meu esposo ao ver a nova planta, fecha com a construtora o novo projeto.
O projeto e nossos documentos dão entrada à CEF, foi muito rápido a liberação. Não tivemos nenhum problema até ali.



Esse foi o projeto inicial da minha tão sonhada casa



Combinamos com a construtora de trocarmos o acabamento, louças, metais, porcelanatos e azulejos. Compraríamos tudo por nossa conta e eles colocariam. Assim o valor financiado caiu um pouco.
Também pagamos, com pequenos extras e economias, para a construtora aumentar nosso duplex.
Aumentamos nossa sala, suíte do casal, fizemos um pequeno home office onde seria a lavanderia, fizemos outra lavanderia e aumentamos o banheiro da suite do casal para termos uma banheira de hidro dupla.
Mas tivemos de abrir mão, de termos uma área de lazer naquele momento. Quando terminássemos essa parte da construção, teríamos uma boa área nos fundos da casa para construção desse outro sonho.





Perspectiva da Fachada

quarta-feira, 15 de julho de 2015

A construção do meu Refúgio

Bom dia pessoal, quando fomos comprar o nosso lote, tínhamos a opção de comprar somente o lote ou comprar o lote e a construção da casa, financiados pela caixa econômica federal com a própria construtora, proprietária do bairro.
A construtora já possuía alguns modelos de casas que poderiam ser construídos, cada imóvel com um valor.
Nos projetos apresentados, havia um duplex, meu sonho, queria muito, porém por motivos financeiros não poderíamos comprá-lo.
Sendo assim optamos por fechar o lote e também a construção de uma casa linear com 3 quartos.
Essa casa seria entregue no prazo de seis meses após o financiamento.
Íamos no novo bairro todos os dias, acompanhamos com muita alegria cada mudança que acontecia ali.
Primeiros cortes do lote

Passeio de fim de semana, apreciar e brincar com as máquinas

Meu lote sendo desaterrado

Ted, meu cachorrinho aproveitando também!

Assim como o meu, outros lotes também sendo abertos

Visão geral do bairro, com algumas casas já sendo construídas



terça-feira, 14 de julho de 2015

Conquista Pessoal

Boa noite a todos, mesmo sabendo que esse não é o objetivo do blog, terei que postar uma conquista pessoal.
Fui aprovada no Concurso Público de Muriaé -MG e hoje foi um dia muito especial, tivemos a cerimônia de Posse.
Como muitos de vocês sabem, esse é um caminho árduo e que tenho que comemorar. Por isso passei para dividir com vocês essa alegria.
Espero que essa nova etapa me ajude a terminar, a construção do meu refúgio.



"Por mais longa que seja a caminhada o mais importante é dar o primeiro passo."
(Vinícius de Moraes)

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Postagens extraordinárias

Bom dia para todos, como comentei no início, esses posts são do que vivi, mas pensei e vou criar aqui as postagens extraordinárias. São posts de fases da minha casa hoje, o que está acontecendo no momento, assim tiro minhas dúvidas com vocês e posso ajudar outras pessoas que estão vivenciando a mesma fase.
Combinado assim? Em breve teremos novidades.

domingo, 12 de julho de 2015

A compra do nosso lote

Depois de algum tempo, meu esposo e eu fomos ver o famoso loteamento Parque Florestal João VI. Como estava no início, só tinha uma porteira de uma chácara, com uma moça sentada em uma mesa vendendo os lotes que iam existir no local. Meu marido me disse que não era a hora e que não tinha lotes ali.
Após alguns meses o loteamento começa a ser feito e surgem comentários e propagandas dos terrenos. 
Durante esse período, eu tinha guardado o primeiro panfleto que havia recebido, em minha agenda, com a certeza que iria morar ali. (Sou muito determinada)...
Convenci meu esposo a ir novamente, afinal comprar um lote no início seria mais barato.
Fomos visitar o novo Bairro, agora sim bem mais estruturado e com mais obras.
Gostamos de um lote, conversamos com o proprietário e decidimos comprar.
Que alegria Meu Deus, o lote 1 da quadra J, terreno de esquina com 279 metros quadrados.
Como o meu lote não estava desaterrado, o proprietário me disse que seria plano, esse foi só o primeiro problema que estava por vir.

Entrada do Bairro Parque Florestal João VI
Vista de dentro do Bairro

Início de algumas obras
Meu Lote

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Como tudo começou


Bom dia pessoal, vou começar a postar toda a trajetória que passei para chegar até aqui, não é música, mas pode acreditar, percorri milhas e milhas antes de dormir, eu não cochilei... rsrsrsr.
Meu esposo e eu, morávamos em um apartamento relativamente confortável, três quartos, arejado, terraço com churrasqueira, duas lavanderias, enfim, para nós era perfeito. Mas depois de sete anos de casados resolvemos ter nosso primeiro filho. E aí tudo mudou...

Marco Antônio nasceu, e eu fui ficando preocupada com tanta escada, sacadas, e falta de espaço para brincar.
Um dia no meu trabalho, recebi um panfleto de um loteamento novo que estava abrindo na cidade.
Nome do novo bairro, Parque Florestal João VI, as imagens eram lindas. Era tudo que eu tinha sonhado para minha família, para o crescimento do meu "filhote".
Sendo assim, eu só tinha que convencer meu marido que esse lugar era perfeito e que poderíamos tentar comprar nossa casinha nesse novo bairro, longe do barulho, e perto da mata, com direito a passarinhos cantando pela manhã e macaquinhos que de vez em quando, apareciam para nos alegrar ainda mais.



segunda-feira, 6 de julho de 2015

Um sonho as avessas

A construção do meu refúgio é um sonho meu e da minha família. Mas por pouco esse sonho não se transformou em pesadelo.
Já iniciamos nossa construção há algum tempo. Vou mostrar tudo, onde estamos, o que foi feito e o que pretendemos fazer.
Todas as dúvidas, as incertezas, problemas com construtora, financiamento com a caixa econômica Federal, tudo que passamos para chegar até aqui e alertar quem está começando.